Hoje é 27 de Abril de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca geral no site:

Cadastre seu email

   
Sondagem Industrial de Mato Grosso - Fevereiro de 2017
  Pesquisa realizada pela CNI, em parceria com a Fiemt
ndice de Confiana do Empresrio Industrial de MT - 03/2017
  Pesquisa realizada pela CNI, em parceria com a Fiemt
Publicação

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
 
Sesi-Juna realiza Ao de Preveno e Combate Dengue
Em: 17/02/2017 às 10:30h por Assessoria de Comunicao - Sistema Fiemt

Foto

O Serviço Social da Indústria (Sesi-Juína) realizou nesta quarta-feira (15/02) a Ação de Prevenção e Combate à Dengue na cidade. Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Juína, a iniciativa teve o objetivo de orientar a população sobre as medidas de prevenção e combate à dengue, bem como a identificação de possíveis focos nas residências.

De acordo com o gerente do Sesi-Juína, Sidiney Rossa, tradicionalmente a campanha ocorre dentro das indústrias mas, neste ano, foi ampliada para a comunidade. “Além de atender os trabalhadores da indústria, desta vez também participamos da feira municipal para poder orientar o maior número possível de pessoas. Quanto mais os moradores tiverem informações sobre a maneira correta de agir, menor é o risco do mosquito se proliferar, principalmente neste período chuvoso”, explica.

Durante a ação, os moradores receberam uma cartilha orientativa e puderam tirar dúvidas sobre a zika e chikungunya, doenças que também são transmitidas pelo Aedes Aegypti. “É importante destacar que não há vacina ou tratamento para nenhuma destas doenças, que podem levar à morte. Por isso, prevenir é a única alternativa”, destaca Rossa.

Conforme o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, registrados até 24 de dezembro de 2016, pelo menos 794 pessoas morreram no Brasil em decorrência das três doenças transmitidas pelo mosquito. A maior parte das mortes, 629, foi provocada pela dengue.

Sintomas

De forma geral, as três doenças causam febre, dores de cabeça, dores nas articulações, enjoo e exantema (rash cutâneo ou manchas vermelhas pelo corpo). No entanto, existem alguns sintomas marcantes que as diferem.

Os sintomas relacionados ao vírus Zika costumam se manifestar de maneira branda e o paciente pode, inclusive, estar infectado e não apresentar qualquer sintoma. Mas um sinal clínico que pode aparecer logo nas primeiras 24 horas e é considerado como uma marca da doença é o rash cutâneo e o prurido, ou seja, manchas vermelhas na pele que provocam intensa coceira. 

As fortes dores nas articulações são a principal manifestação clínica de chikungunya. Essas dores podem se manifestar principalmente nas palmas dos pés e das mãos, como dedos, tornozelos e pulsos. Em alguns casos, a dor nas articulações é tão forte que chega a impedir os movimentos e pode perdurar por meses depois que a febre vai embora.

Os quatro sorotipos da dengue causam os mesmos sintomas, não sendo possível distingui-los somente pelo quadro clínico. O principal sintoma da doença é a febre alta acompanhada de fortes dores de cabeça. Dores nos olhos, fadiga e intensa dor muscular e óssea também fazem parte do quadro clássico da dengue. Diarreia, vômitos, tosse e congestão nasal também podem estar presentes no quadro e podem comumente levar à confusão com outras viroses.

Com informações da EBC

 




Foto
Foto
 
Imprimir   Enviar por e-mail

 

Comentrios()


Campo obrigatrio.


Campo obrigatrio.Formato invlido.


Campo obrigatrio.


Sistema Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555