Hoje é 17 de Dezembro de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca geral no site:

Cadastre seu email

   
ndice de Confiana do Empresrio Industrial de MT - 11/2017
  Pesquisa realizada pela CNI em parceria com a Fiemt
ndice de Confiana do Empresrio Industrial de MT - 10/2017
  Pesquisa realizada pela CNI em parceria com a Fiemt
Publicação
 
 
Regime tributrio: entenda a importncia de escolher o mais adequado para sua empresa
Em: 19/05/2017 às 12:06h por Assessoria de Comunicao - Sistema Fiemt

Foto

Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. Essas são as três formas de regime tributário do país e que, de forma direta, impactam as empresas e a vida de qualquer empresário, do pequeno ao grande. E escolher qual o regime tributário mais adequado é uma decisão difícil de ser tomada. Por isso, a Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt) dá esse suporte às indústrias através de cursos.

Nesta quinta-feira (18/08) foi a vez dos empresários de Sinop aprenderem um pouco mais sobre como escolher o melhor regime tributário e, assim, pagar menos tributos. Em parceria com a Confederação Nacional das Indústrias (CNI) e Sindicato das Indústrias Madeireiras do Norte do Estado (Sindusmad) foi realizado um curso de oito horas, ministrado pelo consultor especialista em tributação, José Gilcarlos Crispim Bessa.

Ele apresentou aos participantes o sistema tributário do país, explicou as diferenças entre os três regimes e esclareceu dúvidas. Segundo o consultor da CNI, o sistema tributário do país é extremamente complexo, por isso o empresário precisa se interessar por esse assunto e decidir juntamente com os profissionais responsáveis o melhor caminho.

“Uma vez por ano, o empresário precisa pensar se escolheu o melhor regime, fazer as contas e analisar se dá para economizar. O problema é que muitos não assumem essa responsabilidade e deixam nas mãos de terceiros a decisão”. Quem optar pelo Simples ou Lucro Presumido fica mais amarrado à legislação que já está pré-estabelecida. Agora, quem escolhe o Lucro Real tem a oportunidade de analisar todas as possibilidades para economizar, como a dedução de despesas, pois o imposto é sobre o lucro.

No Brasil, a classificação das empresas por limite de receita bruta anual é: Simples Nacional - faturamento anual até R$ 3. 6 milhões; Lucro Presumido – de 3.6 milhões até R$ 78 milhões e acima desse valor Lucro Real. “Porém, o Simples tem várias tabelas, então o empresário vai pagar menos tributos ao escolher a melhor faixa de enquadramento e isso só vai acontecer se ele conhecer a legislação”, explica o consultor.

Essa avaliação deve ser feita todos os anos no mês de janeiro para o Simples e até abril para o Lucro Presumido ou Real. “Se o empresário estiver no regime errado, ele está dando muito mais dinheiro para o governo. Por isso, é preciso fazer as contas e saber exatamente cada centavo que está sendo pago em tributos”, afirma Crispim, que vê nos cursos ofertados pela CNI a oportunidade dos empresários aprenderem um pouco mais sobre esse tema complexo, mas que mexe no lucro e na competividade da empresa.

Para o presidente do Sindusmad, Sigfrid Kirsch, que deu as boas vindas aos participantes do curso em Sinop, a questão tributária é um dos grandes entraves do setor de base florestal, mas, por falta de tempo, o empresário acaba se preocupando mais com a produção e deixando de lado os assuntos relacionados à tributação. “Imposto pesa no caixa da empresa, pois a margem de lucro da indústria é muito pequena, então um ou dois por cento que a gente economiza aumenta o nosso poder de negociação”.

O curso “Como pagar menos tributos?” é uma inciativa da CNI, por meio do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), em parceria com a Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt) e Sindusmad e apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).  Para saber mais sobre as ações de desenvolvimento associativo, entre em contato com a Unidade Estratégica de Desenvolvimento Associativo (UEDA) pelo telefone (65) 3611-1666/1676 ou pelo email: ueda@fiemt.com.br.

 
Imprimir   Enviar por e-mail

 

Comentrios()


Campo obrigatrio.


Campo obrigatrio.Formato invlido.


Campo obrigatrio.


Sistema Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555