Hoje é 25 de Setembro de 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca geral no site:

Cadastre seu email

   
Sondagem Indstria da Construo de Mato Grosso - 07/2017
  Pesquisa realizada pela CNI, em parceria com a Fiemt
Sondagem Industrial de Mato Grosso - Julho de 2017
  Pesquisa realizada pela CNI, em parceria com a Fiemt
Publicação
 
 
Conselho de Relaes do Trabalho debate implementao da modernizao trabalhista e avanos na NR 12
Em: 08/09/2017 às 08:35h por Agncia CNI de Notcias

Foto

O Conselho Temático de Relações do Trabalho da Confederação Nacional da Indústria (CNI) discutiu nesta terça-feira (05/09) medidas para ampliar o conhecimento sobre a modernização trabalhista. As novas regras valem a partir de 11 de novembro. Para o presidente do conselho, Alexandre Furlan, é fundamental que empresas, trabalhadores e a população em geral tenha clareza sobre o que vai mudar e ressaltou a importância da aplicação da lei com responsabilidade.

"Temos trabalhado para fortalecer e articular nossas redes para difundirmos informações corretas. É preciso contrapor as notícias falsas que têm circulado, explicando bem a nova lei e as mudanças que ela promoverá na prática para a sociedade de maneira geral", afirmou Furlan. Com a participação de representantes da CNI, só neste ano, já aconteceram aproximadamente 60 eventos e outros tantos estão agendados sobre a modernização trabalhista em todo o Brasil.  

A CNI desenvolveu uma série de materiais e informativos sobre a Lei 13.467/17, inclusive um documento comparativo entre a legislação antiga e a nova. É possível acessá-los no Portal RT

eSocial - Os conselheiros manifestaram extrema preocupação com o prazo para o início da vigência do eSocial para empresas. A previsão é que aquelas com faturamento superior a R$ 78 milhões por ano comecem a prestar todas as informações sobre as obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias de seus funcionários por meio do sistema eSocial a partir de 1º de janeiro de 2018. Para empresas com faturamento inferior a R$ 78 milhões, o prazo é 1 de julho de 2018.

Uma alternativa debatida entre os integrantes do Conselho é a adesão facultativa ao eSocial por parte de empresas que se consideram preparadas a operar o sistema. Os conselheiros ressaltaram que os layouts do eSocial precisam incluir aspectos previstos na modernização da lei, como a possibilidade de partir as férias em até três períodos e a terceirização, o que não foi incluído até o momento. 

NR 12 - A reunião também apresentou avanços recentes quanto à Norma Regulamentadora nº 12 (NR 12), que estabelece padrões de segurança para máquinas e equipamentos no parque industrial brasileiro. Entre elas, a publicação da IN 129 que instituiu o PEF – Procedimento Especial de Fiscalização, a alteração no anexo de prensas e similares que permitiu a possibilidade de serem adotadas outras medidas de proteção e sistemas de segurança e aguarda-se a republicação de portaria para incluir o prazo de adequação de equipamentos usados na panificação, um dos setores mais impactados pela norma.

A distinção entre obrigações de usuários e fabricantes das máquinas – regra que obriga a indústria a intervir no projeto original de cada máquina –, entrou na pauta de negociação na Comissão Nacional Tripartite de Trabalho (CNTT) em agosto. Este é um dos principais focos de insegurança para o setor industrial, desde que o atual texto da norma entrou em vigor, no fim de 2010. O CRT reconheceu que embora tenham havido avanços, ainda, há espaço para aperfeiçoamento da norma, de modo a garantir a efetiva exequibilidade da norma com a essencial proteção dos trabalhadores. 

Por Ariadne Sakkis 
Foto: Miguel Ângelo 
Da Agência CNI de Notícias 

 
Imprimir   Enviar por e-mail

 

Comentrios()


Campo obrigatrio.


Campo obrigatrio.Formato invlido.


Campo obrigatrio.


Sistema Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555